Medos significativos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Medos significativos

Mensagem por Vanessa Blue em Sab 30 Jan 2010, 17:29

Quando um CD se junta a grupos de apoio, é muito comum que ele também pergunte acerca de grupos de apoio para a sua esposa ou companheira. Geralmente, elas acabaram de descobrir sobre o crossdressing dos seus maridos ou parceiros e encontram-se sob um forte stress emocional, uma vez que isso deve ter representado um forte abalo na vida rotineira do casal e da família.

Os seus medos são bastante significativos. Quererá o meu marido transformar-se em mulher? O meu marido é gay? Como ficam os nossos filhos no meio disto tudo? Vou ter que me tornar lésbica? Irá o meu marido trocar-me por um homem? Como é que isso afectará o seu emprego? Ele vai perder o emprego? E os nossos vizinhos? E os nossos parentes? E os nossos amigos? Como irão as pessoas reagir a isso? A quem posso contar isto? E as nossas finanças? A lista é interminável. Elas têm medo deles tomarem hormonas, sem saber que consequências clínicas poderão advir disso. Temem a reacção da comunidade em geral se o crossdressing dos parceiros vier a tornar-se público. Será ele vítima de insultos, no mínimo, podendo chegar a ser vítima de violência! Elas temem que eles contem a outras pessoas, não sabendo qual a sua reacção. Elas temem o embaraço; temem o seu ressentimento com os seus parceiros; elas temem o fim do seu casamento ou relacionamento.

Muitas mulheres começam a duvidar da sua própria feminilidade ao verem os seus parceiros desenvolver o seu lado feminino, especialmente se eles parecerem mais bonitos e atraentes do que elas. A sua auto-estima vem abaixo e elas pensam se haverá algo errado com elas por o homem que elas escolheram amar e talvez casar não ser o homem que elas julgaram ser.

Elas duvidam da sua própria sexualidade, culpando-se pela MUDANÇA dos seus parceiros. Às vezes elas até temem ser a causa do crossdressing.

Por isso, não admira que as parceiras de crossdressers precisem de apoio. Provavelmente, os crossdressers não faziam ideia do quanto a revelação (ou descoberta) desse lado da sua personalidade poderia afectar as suas parceiras.Claro que nem todas as esposas reagem da mesma forma. Algumas são capazes de se refazerem do susto inicial por si mesmas, sem a necessidade de qualquer ajuda externa; mas há muitas outras que parecem despedaçar-se diante de uma notícia dessas e é este grupo de esposas que necessita de uma maior ajuda.

Elas devem saber, antes de mais nada, que em hipótese alguma o crossdressing é CULPA DELAS, nem sequer esse comportamento é reflexo da sua (falta de) feminilidade. Também precisam de saber que não estarão a virar lésbicas se decidirem aceitar o crossdressing dos seus parceiros ou até decidirem aceitar o seu parceiro se ele decidir submeter-se a uma mudança de sexo.

Elas devem ser orientadas a procurar o apoio de profissionais especializados que as possam ajudar a compreender melhor o que é o crossdressing mas também de que forma ele pode ser incluído na relação do casal de uma maneira aceitável para ambos. Elas devem saber que é correcto elas estabelecerem limites; que não é certamente esperado que elas apoiem todas as facetas do crossdressing dos seus maridos. Elas precisam de saber que podem progredir ao seu próprio ritmo.

Elas precisam de saber que há muitas outras parceiras com as mesmas preocupações e medos. Elas precisam de saber que não estão sós.

Elas precisam de ser encaminhadas para os grupos de apoio apropriados, quer sejam formados por profissionais, outras parceiras ou grupos de casais. E compete ao parceiro crossdresser encontrar essa ajuda para a sua parceira.

Autor: Julie Freeman (esposa de um Crossdresser)
avatar
Vanessa Blue
Moderador
Moderador


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Medos significativos

Mensagem por Convidado em Qui 04 Fev 2010, 19:56

Acho o texto com muito interesse.
Apoios profissionais em Portugal, penso que não existem, e o profissional poderá enquadrar dentro de outra situação que ache similar.
A esposa do crossdresser quando confrontada com a situação, vai sempre ter medo do desconhecido e continuar com todos os temores até ser minimamente esclarecida.
Pessoalmente, penso que seria de todo o interesse fazer reuniões de casais, onde elas trocassem impressões, onde pudessem constatar que somos pessoas normalíssimas. Já tive oportunidade de fazer uma reunião assim, com uma amiga CD e as respectivas esposas. Posso dizer que foi cordial, mas... Teria sido interessante se estivesse mais algum casal, com mais experiencia e abertura. Fica a sugestão

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Medos significativos

Mensagem por Susaninha em Sab 06 Fev 2010, 01:16

Pois...

*off-topic* Antes de começar, Yollanda, reparei agora que esse cabelo fica-te super bem! (será que é por teres um corte parecido com o meu? manas hehehehehe)

Alguns desses medos tive que os discutir muuuuito com a minha SO, mas acho que temos, em alguns aspectos, de acabar com este "estigma da SO desgraçadinha"!!! Tenho imensas amigas e, por não gostar de bola e gostar de moda, falo muito mais com elas que com eles em festas. As reclamações delas sobre os respectivos são sempre as mesmas:

- Ele não liga nenhuma às minhas roupas;
- Ele não gosta de ir às compras comigo;
- Para ele estou sempre bem, nem que leve sapatos laranja com um vestido vermelho!
- Não gosta de me ver maquilhada porque atraio atençoes;
- Gosta de bola e eu fico sempre sozinha enquanto ele sai com os amigos!
- Nunca é capaz de me comprar nada, tem de me levar sempre para eu lhe dizer o que ele me deve comprar! Nem para ele é capaz de comprar o que quer que seja sem a opinião da "mãezinha"!
- Filmes românticos? Para ele romance tem que envolver a águia Vitória!
- Não é capaz de cozinhar ou de ajudar em casa!

(e a lista continua)...

Nós, que somos a excepção à regra em muitos dos pontos acima (e que eu SEI que elas apreciam), não me digam que não estamos muito à frente da "concorrência"!!! A partir do momento em que estejam seguras que não as vamos abandonar, até pode ser um plus para o casal... para elas é seguramente!

Livra, vendo bem a coisa, até não são assim tão desgraçadinhas, têm em muitos casos o melhor dos dois mundos: um marido atencioso e uma amiga que as compreende...

Por isso meninas, toca a sacar destes trunfos e vão ver como as vossas SOs rapidamente vão apreciar o vosso lado feminino... a não ser que sejam masoquistas! Very Happy

Claro, como em tudo na vida, há que haver alguma coerência... não pode haver uma diferença radical (na minha opinião) entre o nosso femme self e o estado sapo, não podemos esperar que a nossa SO nos veja como uma amiga se só vestimos um vestidinho de vez em quando e o resto do tempo, nos coçamos por baixo e cuspimos no chão (desculpem o exagero).

O nosso femme self vai, e deve transparecer para o estado sapo, no sentido de nos tornarmos uma pessoa equilibrada, às vezes um pouco mais feminina, às vezes menos, mas sem passar de um extremo ao outro, estão a ver? Não quero dizer com isto que fiquemos cheias de trajeitos e bichices, mas se virem bem, uma mulhar genética não precisa de trajeitos e bichices para ser mulher... um pouco mais de charme, atenção e menos trogloditismo macho basta na maior parte dos casos.

Crossdresser and proud!!! sunny
avatar
Susaninha
Moderador
Moderador


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Medos significativos

Mensagem por Convidado em Seg 19 Abr 2010, 23:28

Voltando ao tema, e depois de tudo o que já foi dito, acho que o medo que uma mulher tem quando confrontada com o crossdressing do marido, companheiro, namorado é não ter resposta para uma pergunta que invariávelmente acaba por surgir:
Veste-se de mulher para quê?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Medos significativos

Mensagem por Vanessa Blue em Ter 20 Abr 2010, 10:38

Até eu própria às vezes tenho uma dificuldade enorme pra responder a essa pergunta pra mim mesma. Nem sempre entendo porque é que sou como sou, mas já desisti há muito de lutar contra mim mesma.
avatar
Vanessa Blue
Moderador
Moderador


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Medos significativos

Mensagem por Convidado em Qui 22 Abr 2010, 23:03

boas

em resposta a pergunta colocada pela user Yollanda.

Veste-se de mulher porquê?
Visto-me pela atracção que sinto pelas roupas femininas, pela sensação de conforto e erotismo que provoca o uso de lingerie, pela facilidade e satizfação que tenho em me ver vestida, sinto-me livre e sinto que os problemas do dia a dia desaparecem quando me trajo e passo a dedicar a outras actividades enquanto trajada.

Não é uma resposta muito longa mas acredito que descreve as sensações que sinto.

um bem aja a todas

Jamie

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Medos significativos

Mensagem por Convidado em Sab 24 Abr 2010, 11:38

Olá subJimi,
Veste-se de mulher para quê?, não é para ser respondida por nós. Todas sabemos porque nos vestimos!
Trata-se da pergunta que qualquer mulher pode fazer quando confrontada com o facto do seu companheiro, namorado, amigo, etc. se vestir de mulher, mesmo as mais esclarecidas.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Medos significativos

Mensagem por Convidado em Seg 26 Abr 2010, 19:39

subJimi escreveu:boas

em resposta a pergunta colocada pela user Yollanda.

Veste-se de mulher porquê?
Visto-me pela atracção que sinto pelas roupas femininas, pela sensação de conforto e erotismo que provoca o uso de lingerie, pela facilidade e satizfação que tenho em me ver vestida, sinto-me livre e sinto que os problemas do dia a dia desaparecem quando me trajo e passo a dedicar a outras actividades enquanto trajada.

Não é uma resposta muito longa mas acredito que descreve as sensações que sinto.

um bem aja a todas

Jamie

Não sei se cabe a todas, nunca podemos generalizar nestes casos, mas temos exemplos de meninas, assim como eu, que vestian as roupas da mãe na infancia(5-6 anos) onde ainda eramos inocentes e nao tinhamos noção do certo e errado.

Creio que seja algo instintivo, algo alme do genero propriamente dito.

Vanessa Blue escreveu:mas já desisti há muito de lutar contra mim mesma.

Esse é um exeplo de que nao é algo causado pelo stress ou complicações do dia a dia e sim algo de sua natureza interior.

Claro existem aqueles que o fazem por fetiche, mas a grande maioria é algo instintivo.
Algo que não se pode lutar contra.
Em minha opinião o crossdressing/travestismo/transexualismo é algo mais que apenas um disturbio emocional ou de genero, acabou virando uma "mutação".
Basicamente você vive com 2 individuos dentro de você um mulher e outro homem, e ambos tem que ser satisfeitos para uma total armonia.

Normlamente a impressão de alivio do stress é causada pelo balanceamento do seu lado feminino que esta gritando para sair.... E nao exatamente desestress como passar um dia no parque...

Mas como dito essa é minha opinião, nada profissional, so achismo meu rsrsrs.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Medos significativos

Mensagem por Convidado em Qui 03 Nov 2011, 23:03

Boa noite
Eu aceitei bem a noticia do meu namorado ser Cross mas sei que existem muitas namoradas e esposas que não aceitam,
Seria uma boa ideia criar um grupo de ajuda para as esposas/namoradas e para as próprias cross porque muitas não sabem como lidar com o que se está a manifestar dentro delas.
Relativamente ás esposas/namoradas
Deveriam conversar e tentar perceber que não estão a lidar com nenhuma aberração mas sim com um homem que teve a coragem de aceitar o seu lado feminino. Alguns têm esse lado mais evidenciado que outros, uns aceitam mas outros vivem em negação vivendo sempre frustrados... Será isso que queremos para o homem que amamos???
Claro que não!!!!
Devemos pensar que temos ao nosso lado um homem maravilhoso que tem a sensibilidade e gosto de uma mulher.
Medo de termos uma rival ao nosso lado??? Não... Pensar sim que temos alguém com quem podemos trocar conselhos sobre moda, falar sobre cortes de cabelo, falar do novo verniz que compramos, daquela lingeri que estava na montra, etc....
Temos ao nosso lado alguém que nos percebe e com quem podemos falar de tudo sem qualquer receio.
Medo que o nosso marido/namorado seja gay.... Eu falo por mim, depois de ela me ter contado a nossa vida sexual melhorou bastante.
Eu e a São não temos segredos e por isso mesmo somos felizes... Sentimos confiança uma na outra e somos um casal perfeitamente normal...
Se algum dia precisarem de mim para fazer parte de um grupo de apoio, já sabem...
Estarei sempre aqui

Beijinhos a todas

Aninhas

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Medos significativos

Mensagem por Vanessa Blue em Sab 05 Nov 2011, 14:37

Nós temos aqui um espaço específico para as companheiras que precisem de saber mais sobre o Crossdressing e, eventualmente, precisem de algum tipo de apoio. Só é pena que seja um espaço praticamente sem participação nenhuma.
avatar
Vanessa Blue
Moderador
Moderador


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Medos significativos

Mensagem por Soraia em Seg 07 Nov 2011, 16:40

Apesar de admirar a atitude da aninhas compreendo que não seja algo fácil de aceitar quando se descobre que o marido/namorado é cd, como estes casos são raros é normal que a partiçipação nesse tópico não seja grande, no entanto acho que as s/o's que têm dificuldade em lidar com isto só lucrariam em aderir pois acredito que seria possível ajudar a compreender a nossa posição.
avatar
Soraia
Membro Iniciado
Membro Iniciado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Medos significativos

Mensagem por Sandra Lopes em Sex 25 Nov 2011, 11:26

Penso também que muitas companheiras de CDs se sentem um pouco inibidas de perguntar o que quer que seja num forum público... que nunca se sabe por quem é frequentado!

Por exemplo, à minha mulher nunca lhe passaria pela cabeça discutir isso com quem quer que seja. Nem à psicóloga dela conta! Eu já a tentei encorajar a falar com isso pelo menos com a psicóloga, tudo ficaria no segredo profissional, e podia ser que lhe desse bons conselhos (que indirectamente me iriam favorecer imenso!), mas ela não quer nada disso.

É certo que acredito que muitas companheiras de CDs têm uma atitude de querer saber mais sobre o assunto, mas daí até interagirem com outras companheiras de CDs — ou mesmo com CDs! — vai um enorme passo!

________________________________________________
Sandra M. Lopes * SandraLopes@EuropeMail.com
avatar
Sandra Lopes
Conselheiro
Conselheiro


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Medos significativos

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum