Porque é que há homens que usam vestidos? (e porque é que algumas mulheres ficam tão transtornadas com isso?)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Porque é que há homens que usam vestidos? (e porque é que algumas mulheres ficam tão transtornadas com isso?)

Mensagem por Vanessa Blue em Qua 20 Jan 2010, 08:38

Poucas actividades conseguem atrair sobre si tanta repulsa e malícia como o crossdressing. Pedofilia talvez seja pior. Mas nem tanto.

Uma jornalista, ao descobrir que seu ex-marido era travesti, passou a considera-lo um pervertido e chegou a despejar um monte de roupas velhas dela à porta da casa da mãe dele, para torna-la ciente disso.

O que pode inspirar um ódio desse tamanho em tantas mulheres? Medo, suponho. Mas medo de que? Medo da competição pela gaveta das calcinhas? Medo de que ele pudesse ser gay? Medo de que ele irá alargar tudo, arruinando os seus shorts e bermudas de lYcra? Medo de que os vizinhos possam descobrir?

Vestir-se com roupas e acessórios normalmente usados pelas mulheres é uma das actividades mais inofensivas que existem por aí - e ainda assim é uma das mais incompreendidas pela sociedade.

Um grande número de homens veste-se a rigor para as suas actividades – como maçons, soldados ou celebrantes – e o travestismo é só uma variação do tema “vestir-se a rigor”.

Entretanto, a sociedade considera que, o que nós escolhemos usar, define, em larga escala, o que somos, quem somos e o que os outros pensam de nós. O juiz usa toga, o padre usa batina, o cardeal usa, inclusive, uma batina especial (toda vermelha). Os reis usam manto e coroa. Porteiros de hotel, arrumadores de carros, comissários de empresas aéreas e pessoas em mil outros diferentes tipos de emprego usam roupas que ajudam a identifica-los. Os mecânicos usam fato-macaco. Os médicos usam batas brancas.

À medida que a nossa sociedade se torna mais e mais complexa, as fardas tornam-se mais e mais importantes. Nós inclusivamente classificamos as profissões das pessoas entre colarinhos brancos e colarinhos azuis.

Homens que se travestem estão a causar a ruína desta peça da máquina social, tão finamente balanceada. Assim, não é surpresa nenhuma que o crossdressing produza tanta confusão, espanto, ressentimento e tantos comentários pejorativos.

Apesar da popularidade do travestismo, pouquíssima coisa é conhecida a respeito deste “hobby” – além do fato de que um monte de homens o praticam (um monte de mulheres também se travestem mas, no caso delas, a prática do travestismo é socialmente aceite. Milhões de mulheres usam regularmente calças e blazers).

A ideia de homens em roupas usualmente usadas pelas mulheres pode soar como uma piada. Mas não é. Vestir roupas femininas é, para milhares de homens, a melhor maneira de lidar com o stress e escapar das responsabilidades de ser homem. “Se eu não me montasse,” diz-me um homem, "eu estaria morto. Eu tenho a tensão alta que os medicamentos não podem controlar. Usar roupa feminina coloca a minha pressão sanguínea sob controle."

Números exactos são difíceis de se obter mas a minha pesquisa mostra que, semanalmente, 100.000 de cada 1.000.000 de homens vestem-se por algum tempo com alguma coisa macia, sedosa ou cheia de folhos. Frequentemente eles apenas usam soutien e calcinhas debaixo dos seus trajes masculinos.

A maioria dos CDs vive em constante medo de serem apanhadas. Cerca de um quarto dos travestis masculinos nunca ousou compartilhar o seu segredo com as suas esposas. Isso significa que, pelo mundo fora, milhões de mulheres são casadas com travestis e não sabem disso. Em cada milhão de mulheres haverá à volta de 25.000 que não sabem que estão casadas (ou a viver) com travestis.

O travestismo cruza todas as barreiras sociais e profissionais. O seu melhor amigo, o seu parceiro de ténis, o seu médico, o seu chefe ou o seu marido podem ser secretamente travestis. As probabilidades são altas de que alguém que você conhece seja um crossdresser.

Aqui estão alguns factos que eu levantei numa pesquisa com 1014 travestis britânicos: (é, penso eu, o maior levantamento feito com crossdressers)

- Bem mais do que 3/4 de todos os travestis usam regularmente roupa íntima feminina debaixo dos seus trajes masculinos. Muitos dos restantes fariam o mesmo se não tivessem medo de serem apanhados pelas esposas.
- Quase metade de todos os travestis saem à rua montados como mulheres e a maioria deles é suficientemente honesta para admitir que não enganam ninguém. Mas para a maioria este não é um aspecto importante. Eles querem vestir-se como mulheres - não tornarem-se mulheres.
- O travestismo deve ser um dos hobbies mais inofensivos. E, ainda assim, quase 3/4 dos travestis masculinos admitem viver em medo constante de ser apanhados ou reconhecidos por parentes preconceituosos, vizinhos ou empregados. Um homem que me escreveu para colaborar com essa minha pesquisa precisou de ir até uma cidade mais próxima para colocar a sua carta anónima no correio.
- A maioria diz não entender porque é que as mulheres podem usar roupa masculina e os homens não podem usar roupas femininas;
- Algumas esposas repudiam e troçam do crossdressing dos seus maridos. Outras tratam o assunto com certa condescendência, embora se recusem a participar ou tentar entender;
- A toda a hora eu recebo cartas lamentosas de travestis cujas esposas “autorizam” que eles se montem uma hora por semana – desde que façam isso em segredo;
- 3/4 de todas as parceiras de travestis sabem que o homem das suas vidas veste roupas femininas; ¼ delas não sabe. Uma razão para manter o crossdressing em segredo é que a maioria das esposas ou namoradas que ficam a saber que os seus parceiros são travestis desaprovam totalmente esse comportamento. Elas perdem um bocado de diversão por serem tão egoístas, tão pouco generosas e terem uma visão tão estreita das coisas;
- Felizmente, mais de 1/3 das esposas e namoradas ajudam activamente os seus parceiros a montarem-se como mulheres, escolhendo roupas e acessórios e fazendo a maquilhagem;
- Muitas admitem, inclusive, que ficam sexualmente excitadas ao verem os seus parceiros produzidos como mulheres. É comum travestis, cujas parceiras aprovam, terem relações sexuais com elas enquanto estão montados como mulheres;
- A vasta maioria dos travestis são heterossexuais;
- Na média, um travesti passa 12 horas por semana vestido como mulher, mas gostaria de passar 70 horas (ou seja, mais de metade da semana “útil”).

Um número cada vez maior de homens está a descobrir que colocar meias de seda e saia justa é a forma mais rápida de escapar das stressantes responsabilidade de ser homem. Eu não tenho dúvida de que os homens viveriam muito mais e seriam muito mais felizes se o travestismo fosse mais largamente aceite.

Acredito que travestismo é um dos hobbies menos prejudiciais de todos e um hobby que nenhum homem se devia sentir envergonhado de praticar. É, creio eu, um modo perfeitamente aceitável de qualquer homem escapar dos stresses de ser homem num mundo stressante. É divertido e claramente proporciona para muitos homens uma enorme quantidade de prazer. E é difícil pensar numa outra actividade que seja tão pouco propensa a causar dano a quem quer que seja.

Homens que se vestem com roupas femininas põe à mostra uma parte normal e saudável da sua própria feminilidade, alargando a sua visão da vida e desfrutando de um repouso temporário das responsabilidades e demandas de ser homem.

Fico triste ao saber do grande número de mulheres que não aceitam o crossdressing dos seus maridos. A toda a hora eu abro cartas de homens que, por causa do seu crossdressing, foram (ou estão a ser) tratados da maneira mais horrenda e hostil possível pelas suas esposas.

Como também acho que é uma terrorista qualquer mulher que tem a temeridade de dizer ao seu parceiro: “se dizes que precisas, então eu acho que precisas – mas só podes fazer isso por uma hora, uma vez por semana, e deves-te certificar que as cortinas fiquem bem fechadas e que eu esteja bem longe de casa e, a propósito, que eu não veja nenhum vestígio dessas suas ridículas coisas de mulher quando eu voltar”. Nenhuma mulher ousaria dizer coisa semelhante a um parceiro que tivesse como hobby o aeromodelismo ou o ténis.

É triste ver o travestismo ser considerado muito mais horrendo do que qualquer outra coisa – embora eu saiba que na raiz disso tudo estejam preconceitos completamente falsos e tão profundamente enraizados na nossa cultura.

Muitas mulheres acreditam que a maioria dos travestis são homossexuais ou candidatos a uma cirurgia para mudança de sexo. Mas, no compto geral, existe uma expressiva diferença entre travestis e transexuais. Transexuais são como jogadores de golfe – eles perdem as suas bolas. Travestis são ávidos para conservar as deles.

A minha pesquisa deixou absolutamente claro que a vasta maioria dos travestis são heterossexuais e estão felizes por serem homens. Curiosamente, o crossdressing é tão mal entendido e comummente injuriado que algumas mulheres, sem dúvida, iriam preferi-lo se descobrissem que os seus maridos são gays ou desejam uma mudança de sexo.

Autor: Vernon Coleman (médico e Crossdresser publicamente assumido)

Vanessa Blue
Moderador
Moderador


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque é que há homens que usam vestidos? (e porque é que algumas mulheres ficam tão transtornadas com isso?)

Mensagem por Yollanda em Dom 07 Mar 2010, 01:50

Porque é que há homens que usam vestidos? (e porque é que algumas mulheres ficam tão transtornadas com isso?)

Pessoalmente acho que por receio da concorrência. Costuma-se dizer de algumas situações “lá em casa é ela que veste calças” e se for o homem a vestir saias?

Depois, por ignorância, vem o medo de o homem ser homossexual. O ser humano tem necessidade de catalogar e arrumar por secções, e como em 99% dos casos não existe item crossdressing, nem entendem o que possa ser, vamos parar à pasta gay.

Penso que esta situação ocorre mais numa situação dentro do casamento, em que, naturalmente, existe o sentimento de posse.

Se o nosso crossdressing for partilhado com uma amiga (só amiga) há maiores probabilidades de sermos aceites, até vai achar giro, e é bem capaz de nos apoiar.

Yollanda

Yollanda
Membro Sénior
Membro Sénior


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque é que há homens que usam vestidos? (e porque é que algumas mulheres ficam tão transtornadas com isso?)

Mensagem por Ariana Adel em Dom 07 Mar 2010, 07:52

Concordo com a visão da Yolla (I love you) e acrescento... para além da possibilidade de a amiga ser uma das melhores aliadas, existem na minha opinião 2 outras hipóteses válidas que podem ajudar-nos a sair da solidão muitas vezes sentida pelo crossdresser:

A primeira de todas será exactamente o que este fórum (e outros anteriores proporcionam à comunidade CD Cool ): a possibilidade de encontrar outras pessoas que de um modo geral já passaram ou experienciaram coisas que nunca nos passou pela cabeça contar a quem quer que seja, quer seja por medo, por receio do dito catálogo social, enfim, entre outras.
Esta partilha de ideias e experiências faz com que até o mais recente CD que ainda dá os primeiros passos e procura informação com aquela sede de conhecimento aperceber-se que ser CD não é doença, não é sinónimo de homossexualidade, mas assim apenas o modo de vida, um prazer intimo que por vezes nem mesmo nós conseguimos explicar. Para alguns até, é sinónimo de poderem pensar: 'Não, não estou doid@... há mais pessoas como eu', e isso pode ser o ponto de partida para uma co-existência entre ele próprio e para ele 'em femme' (com tudo o que isso acarreta).

A segunda será, e agora tocando no assunto dos CD casados, a própria esposa. Não acredito que a questão em si nos remeta para uma situação de posse.
Ter uma S/o que aceite o nosso CDing (embora sejam raras, e em maioria dos casos tendem a ter extremas dúvidas sobre tudo isto, e a associar o CDing como todas as outras pessoas fazem de forma incorrecta) é sem dúvida uma das melhores alianças formadas. A cumplicidade de um casal que em si só, já é um bónus em qualquer relação, ao receber esta adição na sua vida, torna-se numa arma fundamental para o nosso bem-estar.
A questão que se prende será sempre a de revelar ou não a nossa condição à nossa companheira, e se sim, quando o fazer. Antes do casamento? Após o casamento? Então e os CD que só se reconheceram após o casamento, e têm uma esposa que não aceita este modo de vida?
Bem, mas para isso seria necessário um novo tópico... Very Happy

Beijos,
Ariana

Ariana Adel
Recém-Chegado
Recém-Chegado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque é que há homens que usam vestidos? (e porque é que algumas mulheres ficam tão transtornadas com isso?)

Mensagem por Vanessa Blue em Dom 07 Mar 2010, 08:06

Ariana Adel escreveu:Concordo com a visão da Yolla (I love you)
Eu também concordo, mas acho mesmo que a comunidade CD é ainda mais desprezada que a comunidade gay e mesmo a transexual. Ninguém entende (nem sequer perdem tempo a tentar faze-lo) o que leva alguém a ter este tipo de necessidade, sem se lembrarem que as mulheres já usam roupas normalmente atribuídas ao homem há muitos anos (quem é que se escandaliza ao ver uma mulher usar umas calças ou uma gravata?). A minha esperança é que a comunidade CD um dia dê um murro na mesa e saia à rua pra reivindicar o direito à existência, como fez a comunidade LGBT, que agora é muito melhor aceite e até já temos personalidades de diversas áreas da sociedade a assumirem-se publicamente.

Ariana Adel escreveu:
A segunda será, e agora tocando no assunto dos CD casados, a própria esposa. Não acredito que a questão em si nos remeta para uma situação de posse.
Ter uma S/o que aceite o nosso CDing (embora sejam raras, e em maioria dos casos tendem a ter extremas dúvidas sobre tudo isto, e a associar o CDing como todas as outras pessoas fazem de forma incorrecta) é sem dúvida uma das melhores alianças formadas. A cumplicidade de um casal que em si só, já é um bónus em qualquer relação, ao receber esta adição na sua vida, torna-se numa arma fundamental para o nosso bem-estar.
A questão que se prende será sempre a de revelar ou não a nossa condição à nossa companheira, e se sim, quando o fazer. Antes do casamento? Após o casamento? Então e os CD que só se reconheceram após o casamento, e têm uma esposa que não aceita este modo de vida?
Eu própria só soube o que chamar ao que sentia depois de estar casada. Optei por revelar (a muito custo, diga-se de passagem), colocando em sério risco a continuidade do meu casamento. Felizmente o choque inicial passou e agora estamos naquela fase de procurar um meio termo (já há bastante tempo que o procuramos, mas ainda não arranjámos um ponto de equilíbrio). À excepção de alguns casos, as CDs casadas dificilmente conseguirão satisfazer plenamente as suas necessidades, uma vez que, como em tudo o resto, o casamento é uma sucessão de negociações e cedências de parte a parte. Mas desde que se consiga um ponto de equilíbrio, já é muito bom Smile

Ariana Adel escreveu:
Bem, mas para isso seria necessário um novo tópico... Very Happy
Venha ele Wink

Vanessa Blue
Moderador
Moderador


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque é que há homens que usam vestidos? (e porque é que algumas mulheres ficam tão transtornadas com isso?)

Mensagem por Gabriela Dee em Dom 07 Mar 2010, 14:16

Na minha opinião, o termo Crossdressing é redutor, porque, pela minha experiência de bastantes anos de contactos com centenas de Crossdressers, constato que na quase totalidade dos casos o que existe é a necessidade de manifestar um lado feminino. Essa manifestação não é só em termos de vestuário - nem sequer só em termos de aparência física, num sentido mais geral. É também em termos de comportamento, de linguagem, de formas de relacionamento, etc.

Concordo com a Vanessa quando diz que "a comunidade CD é ainda mais desprezada que a comunidade gay e mesmo a transexual". Infelizmente, e embora a sociedade esteja mais aberta do que no passado, isso continua a ser uma realidade. Inclusivamente, uma parte significativa das próprias comunidades gay e transexual tem uma postura negativa relativamente à comunidade CD, podendo ir desde uma tolerância limitada até um aberto antagonismo. (Felizmente há muitas excepções).

É absolutamente natural que as S/O fiquem transtornadas com a descoberta ou revelação de que os seus companheiros são CD. Os receios são imensos, alguns dos quais já aqui referidos. Um dos maiores receios é de facto o que tem que ver com a sexualidade. Cada caso é um caso, não há panaceia universal, mas na minha opinião cabe ao companheiro CD falar abertamente de todos os aspectos, sem tabus. Tudo o que for deixado em silêncio é pasto para a desconfiança. (Quanto à tese de que os CD são maioritariamente homossexuais, na minha opinião trata-se de um mito; na grande maioria dos casos, são bissexuais - o que não significa necessariamente que tenham ou procurem ter envolvimento sexual com homens).

Já li, e já noutros locais os tenho recomendado, dois excelentes livros escritos por mulheres de CD. A mim ajudaram-me imenso (embora tarde demais, no que à minha história pessoal se refere): "My Husband Wears My Clothes" (de Peggy J. Rudd) e "My Husband Betty" (de Helen Boyd). Para quem esteja a pensar revelar à sua S/O que é CD, a leitura prévia de um livro como estes é um must.

Gabriela Dee
Membro Sénior
Membro Sénior


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque é que há homens que usam vestidos? (e porque é que algumas mulheres ficam tão transtornadas com isso?)

Mensagem por anacrossdresser em Sex 11 Fev 2011, 14:16

Ola gabriela onde é que posso arranjar esseslivros?
Apesar da minha companheira saber eu gostava de os ler.

anacrossdresser
Recém-Chegado
Recém-Chegado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque é que há homens que usam vestidos? (e porque é que algumas mulheres ficam tão transtornadas com isso?)

Mensagem por Valentina Marcchese em Qui 18 Out 2012, 22:35

O medo da exposição é um peso sobre nossas vidas, quase tão grande quanto a impossibilidade de viver na plenitude tanto nosso lado masculino, quanto o feminino!

Mas, como um eterna sonhadora, espero que exista uma solução! Um meio termo que permita a nossa felicidade e de nossas companheiras. Eu não contei, e não sei se algum dia o farei! Mas sei que a amo, tanto quanto gosto de ser mulher e isto só torna mais difícil e mais perigoso ser uma CD, e mais desejado me montar, dadas as poucas oportunidades!

Valentina Marcchese
Membro Iniciado
Membro Iniciado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum